Februska Emanuely Ferreira tinha 34 anos e foi morta a tiros em João Câmara, RN. ( Foto: Facebook/Reprodução )

Foi preso nesta terça-feira (28), em Natal, o homem suspeito de matar a tiros a auxiliar de serviços gerais Februska Emanuely Ferreira, de 34 anos – crime ocorrido em abril deste ano em João Câmara, cidade distante 80 quilômetros da capital potiguar. A vítima trabalhava no Hospital Regional de João Câmara.

Segundo a Polícia Civil, Anderson Cleiton Bezerra da Silva, que é ex-marido da vítima, foi detido no momento em que se apresentou na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). Havia um mandado de prisão em aberto contra ele.

O crime

Februska foi assassinada no dia 17 de abril. Segundo a Polícia Militar, ela estava em casa, no bairro IPE, quando Anderson chegou, pegou os dois filhos do casal e os levou para uma outra residência. Depois, voltou ao encontro de Februska e atirou nela.

Em seguida, ainda segundo a PM, o suspeito retornou para a casa onde havia deixado os filhos e saiu novamente com eles, uma adolescente de 14 anos e um menino de 3. Os dois foram encontrados em um terceiro imóvel, já sem o pai. Desde então, Anderson Cleiton passou a ser procurado pela polícia.