O projeto consiste na construção de um sistema com sete adutoras totalizando 300km de extensão. O encontro aconteceu na Assembleia Legislativa. ( Foto: Assessoria )

O presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental-AMSO, Sally Araújo (PSD), prestigiou na última segunda-feira (9) em Natal, Audiência Pública que trouxe como tema o “Projeto Seridó: plano básico de sistemas adutores objetivando a garantia de suprimento de água para consumo humano e atividades produtivas”. A ação foi uma proposição do deputado Vivaldo Costa (PSD) subscrita pelo deputado Francisco do PT.

Sally, que é prefeito de Cruzeta, representou os prefeitos associados. O encontro aconteceu na Assembleia Legislativa. O projeto consiste na construção de um sistema com sete adutoras totalizando 300km de extensão que vai garantir oferta hídrica a toda a população dos 25 municípios da Região do Seridó até o ano 2070.

O prefeito de Currais Novos, Odon Júnior (PT), também participou. Em sua fala, Sally contou da dificuldade hídrica enfrentada pelos municípios de toda região do Serido. “Importantíssimo o Projeto Seridó. Estamos empenhados para ver isso sair do papel. Bom saber que essa bandeira, que é de todos nós, será priorizada pelas entidades. Esse cinturão de adutoras é um projeto que se realmente for concluído vai ser algo de muita alegria para o nosso povo. Resolverá o problema da falta de água. A AMSO tem total interesse na causa e em convocar todos os prefeitos para esta luta ganhar ainda mais força”.

O projeto consiste na construção de um sistema com sete adutoras totalizando 300km de extensão. O encontro aconteceu na Assembleia Legislativa. ( Foto: Assessoria )
O projeto consiste na construção de um sistema com sete adutoras totalizando 300km de extensão. O encontro aconteceu na Assembleia Legislativa. ( Foto: Assessoria )