Zezo Silva foi encontrado morto, dentro de casa, ao lado de uma chave de fenda — Foto: Redes Sociais

A Polícia Civil identificou um suspeito e conta com duas linhas de investigação principais para elucidar a morte do ator e bailarino Zezo Silva, de 62 anos. O crime aconteceu dentro da casa da vítima no final da manhã desta sexta-feira (5) no bairro Cidade Alta, na Zona Leste da capital.

De acordo com o diretor da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Marcos Vinícius dos Santos, a polícia já identificou um suspeito e considera que as investigações deverão apontar um caso de homicídio ou de latrocínio (que também envolve roubo, além da morte).

O delegado não deu mais detalhes sobre o caso, para não atrapalhar as investigações.

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta de 11h. Uma chave de fenda foi encontrada ao lado do corpo e teria sido o objeto usado para perfurar o pescoço da vítima. A polícia chegou ao local às 14h e vizinhos disseram ter ouvido gritos de socorro vindos da casa do artista. Ainda não há suspeitos para o crime.

Velório

O velório do ator e bailarino, que é considerado um dos primeiros transformistas de Natal e trabalhava atualmente como professor de ballet na Capitania das Artes , aconteceu na manhã deste sábado (6) em Natal. Familiares, amigos e vários representantes da classe artística foram ao Teatro de Cultura Potiguar, no bairro Tirol, Zona Leste da capital, prestar as últimas homenagens a ele.

Velório do artista Zezo Silva aconteceu durante a manhã em Natal — Foto: Amaury Júnior

Velório do artista Zezo Silva aconteceu durante a manhã em Natal — Foto: Amaury Júnior