A Polícia Civil vai investigar o caso da mulher que morreu na maternidade Divino Amor, em Parnamirim, sem a criança que tinha dado à luz e o corpo foi encontrado dentro de uma mala, em Macaíba.

Segundo informações, Maria Idelma Mota da Silva, 32 anos, chegou à maternidade sofrendo uma parada cardíaca. Ainda tentaram salvá-la, mas ela não resistiu e morreu.

Ao examinar a mulher, a equipe médica verificou que não havia feto ou bebê na barriga da mulher, apenas a placenta.A direção do hospital comunicou o fato à Polícia Civil para que fosse apurado o que aconteceu.

Na madrugada desta terça-feira, 8, o corpo da criança foi encontrado enrolado em um lençol dentro de uma mala, na casa onde a mãe morava, na Rua Santa Cecília, no bairro Morada Nova.

As causas da morte da mãe e do bebê ainda são desconhecidas. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) realizará perícias para identificar as causas das mortes.