Ginecologia é a especialidade mais buscada na Doctoralia, plataforma que conecta profissionais de saúde e pacientes. Neste mês, conhecido como Outubro Rosa, quando é realizada a campanha para alertar mulheres sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama – e recentemente, também do câncer de colo de útero -, a plataforma levanta as principais dúvidas em torno do assunto.

“É muito comum recebermos dúvidas sobre a idade ideal para começar a fazer exames periódicos, os fatores de risco envolvidos na doença, as diferenças entre os exames, assim como sobre os sinais e sintomas que podem indicar algo”, comenta o ginecologista e membro da Doctoralia, Dr. Bruno Jacob. “É preciso considerar a variável da idade e outros fatores de risco como a hereditariedade, uso de anticoncepcional e o tabagismo. O recomendado pela OMS no caso da idade, por exemplo, é que a partir dos 45 anos a mamografia seja realizada anualmente,” completa.

Dentro da plataforma, a Doctoralia dispõe do serviço “Pergunte ao Especialista” – que permite tirar dúvidas sobre saúde, de forma gratuita e anônima. Entre as principais dúvidas sobre o assunto, estão questões relacionadas ao diagnóstico do câncer de mama, especialmente no que se refere à classificação BI-RADS – abreviação para o termo em inglês Breast Imaging Reporting and Data System, que se refere ao sistema internacional para avaliação de resultados de exames mamários. Os estágios da doença e perguntas relacionadas à biópsia também figuram entre as mais recorrentes.

“É fundamental buscar uma fonte relevante de informação, checar se o conteúdo sobre o assunto é validado por especialistas e nunca deixar de consultar um médico porque cada caso é único. É possível observar que muitas mulheres chegam alarmadas com informações encontradas na internet. Os níveis de BI-RADS podem preocupar, por isso é fundamental a análise médica. É por conta disso que a campanha se faz tão necessária. Identificamos o triplo de mamografias e ultrassonografias esse mês. As mulheres vão fazer checkups por conta da maior divulgação”, pontua Dr. Bruno.

As mulheres já são as que mais buscam informações e utilizam serviços de agendamento online, por isso ginecologia está entre as especialidades mais pesquisadas. Dentro da plataforma, 75% dos usuários são mulheres e elas também lideram as estatísticas de agendamento de consultas e de pesquisas sobre dúvidas.

“O perfil do paciente 4.0 é feminino. Os usuários da plataforma são 75% de mulheres, sendo que mais de 60% possuem entre 25 e 34 anos. No levantamento da Doctoralia, identificamos que essa mulher é responsável por procurar serviços de saúde com mais frequência, não só para ela mesma, mas para toda a família”, comenta Carlos Eduardo Lopes, Country Manager da Doctoralia.