Corpo do sexo masculino é encontrado por populares, esquartejado, dividido em 3 sacos de fibra na manhã desta segunda-feira (3), no conjunto Xingú, rua Sebastião Romano, no bairro Compensa, zona Oeste.

Moradores do conjunto Xingú acordaram nesta segunda aterrorizados com a notícia de um corpo esquartejado em uma rua não tão usual pela população. “Moro aqui já vai fazer 20 anos, nunca vi uma situação como essa, além de matarem, cortaram o homem, meu Deus, onde vamos parar?”, se questionou Dona Vânia , costureira e moradora do conjunto.

Por volta das 6h da manhã a guarnição da 8ª Cicom foi acionada com várias chamadas na linha direta por moradores do bairro com a informação de que haviam três sacos com corpo no local. Ao constatarem o fato, acionaram a perícia e o IML. “Um senhor informou que os sacos estavam sujos de sangue e despertou a curiosidade de todos, então resolveram abrir um, decidiram abrir o de menor volume, foi justamente o da cabeça, aí confirmaram que se tratava de um corpo humano e do sexo masculino”, esclareceu o policial da Cicom responsável.

Em um dos sacos, foi percebido a pichação da sigla FDN, que sugere ser de uma das facções que vem causando terrorismo na cidade, a conhecida “Família do Norte”, o mesmo material utilizado para descrever em um dos sacos, foi feita a pichação no muro ao lado esquerdo de onde o corpo foi despejado, com as mesmas siglas.

A perícia criminal não fez o trabalho no local, por se tratar de um ambiente de muito movimento naquele momento e a forma como o corpo foi esquartejado, decidiram então fazer um trabalho no Instituto Médico Legal, apenas foi levado em consideração que o corpo teria sido apenas jogado no local.

O corpo segue sem identificação para o IML , estive presente a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros.