O documento com o pedido voluntário teria sido apresentado no fim do mês passado para a Justiça. ( Foto: © Reuters )

Nesta quarta-feira (5), a Bloomberg revelou que a queixa de estupro contra o jogador Cristiano Ronaldo feita por Kathryn Mayorga teria sido retirada. Segundo a publicação, a suposta vítima desistiu das acusações, terminando assim, de forma discreta, o seu envolvimento no polêmico processo.

O pedido de retirada de queixa foi apresentado no final do mês passado no tribunal estadual de Nevada em Las Vegas, EUA. A Bloomberg não sabe, no entanto, se os envolvidos chegaram a acordo, uma vez que o documento apresentado não faz qualquer referência sobre a situação.

Até ao momento, as autoridades de Las Vegas não comentaram o assunto.

Vale lembrar que em setembro do ano passado, a norte-americana Katheryn Mayorga, de 34 anos, tinha apresentado uma queixa contra Ronaldo por um crime que teria sido cometido em 2009.

O caso foi reaberto depois de a mulher ter apresentado provas de um suposto estupro, colaborando com as autoridades na investigação. No estado norte-americano do Nevada os crimes sexuais não prescrevem desde que tenham sido devidamente reportados às autoridades.

A defesa de Cristiano Ronaldo sempre disse que o que aconteceu entre o jogador e Mayorga foi por mútuo acordo.