O presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Públicas e Institutos Federais, deputado Francisco do PT, visitou, nesta sexta-feira (7), mais um campus do IFRN, para buscar informações sobre os impactos dos cortes do Governo Federal, no funcionamento da instituição. Desta vez foi o campus da cidade de João Câmara, na região do Mato Grande.

Durante a visita, o deputado se reuniu com alunos e diretores do instituto e ouviu relatos da situação atual, enfrentada pelo campus, que foi obrigado a cancelar atividades e serviços, por causa do corte financeiro que sofreu. Segundo o diretor geral do campus, Matheus Tavares, o corte foi de 742 mil reais.

“Por causa disso, tivemos que fazer adequações que vão desde o desligamento de ar condicionados, até o cancelamento de eventos importantes, aulas de campo, visitas técnicas, bolsas de assistência estudantil e cursos de extensão”, declarou o diretor geral do IFRN de João Câmara, Matheus Tavares.

Francisco falou da preocupação dele, com a situação que tem encontrado, em todos os campi por onde tem passado. “Não se justifica. Não há um só argumento convincente para o que o Governo Federal tem feito com o ensino público deste país e, a cada lugar que visito, para tratar sobre esse assunto, a situação é ainda mais preocupante”, disse o deputado Francisco do PT, reforçando que a ideia dele é mobilizar forças políticas, a partir das informações que tem colhido, para tentar reverter a situação dos cortes para o IFRN.

Desde que os cortes foram anunciados, o parlamentar já esteve em diferentes campi do IFRN e de universidades, além de ter realizado audiências públicas sobre o tema.