Ex-presidiária Ana Lúcia de Melo — Foto: Fim da Linha

Fim da LinhaO Início de semana começa com registro de homicídio em Mossoró,a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, localizada na região oeste do estado. O crime aconteceu por volta das 08hs:00min desta manhã de segunda feira 07 de outubro de 2019.

A ex-presidiária Ana Lúcia de Melo, foi morta a tiros, dentro de casa, na rua Francisco Pereira de Azevedo nas proximidades do supermercado Rede 10 nas Malvinas, bairo Dom Jaime Câmara.

A Polícia Militar recebeu informações de disparos de arma de fogo, naquela região e quando chegou no local se deparou com a vítima ferida a bala e sem vida. Uma ambulância de suporte avançado (Alfa) do SAMU foi acionada para constatação de óbito.

Informações colhidas no local pela Polícia Civil, apontam que a vítima tinha passagem pelo sistema prisional por tráfico de drogas. Ela juntamente com um filho, já assassinado e uma filha teriam sido presos durante uma operação da Polícia Militar, em novembro de 2012, no bairro Dom Jaime Câmara.

Ana Lúcia estava morando na residência onde foi morta, a cerca de seis meses e recentemente teria confidenciado a uma pessoa amiga, que estava com medo de ser assassinada. Na manhã de hoje, os criminosos, chegaram na casa, arrombaram o portão de entrada e executaram a vítima com tiros na cabeça.

Após o trabalho da perícia no local, o corpo de Ana Lúcia de Melo, foi removido para ser necropsiado no Itep e depois será liberado para sepultamento. A delegada da Homicídios, Dra. Liana Aragão acompanhou o trabalho pericial e conversou com familiares da vítima sobre o ocorrido, para tirar uma linha de investigação.

Com mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo, a cidade de Mossoró, chega aos 159 homicídios em 2019. A DHPP busca informações sobre a motivação do crime. A identidade dos assassinos também é desconhecida até o momento.

local

local

local