© DR

Fonte: Notícias ao Minuto.

A polícia acredita que uma disputa pelo controle de áreas arrendadas para exploração de máquinas de caça-níqueis, em bairros da Zona Norte do Rio, pode ter motivado o assassinato do bicheiro Haylton Carlos Gomes Escafura, de 37 anos.

Segundo informações do Dia, Haylton é filho do contraventor José Caruzzo Escafura, o Piruinha, e foi morto a tiros de fuzil e pistola, nesta quarta-feira (14), em um apartamento do oitavo andar do Hotel Transamérica, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade. O bicheiro estava na companhia da PM Franciene Soares, que também foi executada.

A polícia vai investigar a hipótese de que os assassinos seriam ex-policiais que pagavam pelo o arrendamento das máquinas.

“A ação demonstra ousadia, mas também indica que, possivelmente, os autores buscaram informações no local antes de executar o crime “, disse o delegado, Fábio Cardoso, da Delegacia de Homicídios (DH).

Em setembro de 2016, o sargento PM Marcos Falcon, presidente da Portela, foi morto a tiros de fuzil em Campinho. Ele tinha envolvimento com exploração caça-níqueis na área de Piruinha.

Leia mais notícias em blogseridonoar.com.br  siga nossas páginas no Facebook no Twitter no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube Você também pode enviar informações à Redação do Blog Seridó no Ar pelo WhatsApp (84) 9 9900-4075.

E-mail : [email protected]