Henrique Alves e Fred Queiroz, presos nesta manhã.

Fonte: Portal Agora RN.

O ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB) e o secretário municipal de Obras Públicas de Natal, Fred Queiroz, alvos de mandados de prisão preventiva na manhã desta terça-feira 06 através da Operação Manus, deflagrada pela Polícia Federal no Rio Grande do Norte, permanecerão encarcerados em penitenciárias potiguares.

A informação foi confirmada pela própria Polícia Federal em coletiva de imprensa realizada nesta manhã na Superintendência da PF no Estado, em Lagoa Nova.

Segundo a corporação, o ex-deputado e o atual secretário municipal não serão encaminhados para a carceragem de Curitiba, sede das investigações da Operação Lava Jato e onde se encontra o deputado cassado Eduardo Cunha, que também foi alvo de mandado de prisão nesta terça, muito embora já esteja preso desde o ano passado.

Apesar de ter confirmado que os dois permanecerão no RN, a Polícia Federal não quis revelar para qual penitenciária eles serão realocados. Neste momento, ambos prestam depoimento na Superintendência da PF.

Leia mais notícias em blogseridonoar.com.br  siga nossas páginas no Facebook no Twitter no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube Você também pode enviar informações à Redação do Blog Seridó no Ar pelo WhatsApp (84) 9 9900-4075.

E-mail : [email protected]