Antônio Arieudes Márcio de Meneses,

Um ano depois de ser encontrado carbonizado dentro do carro, o corpo do Taxista Antônio Arieudes Márcio de Meneses, foi oficialmente identificado através de exames de DNA realizados no ITEP. Familiares compareceram nesta terça feira, 30 de abril, a unidade do órgão em Mossoró, onde receberam os restos mortais do taxista para serem sepultados.

Antônio Arieudes, foi encontrado carbozinado dentro do seu carro totalmente queimado, no início da noite de segunda feira, 30 de abril de 2018 em uma estrada carroçável próximo ao Assentamento Sol Nascente na zona rural de Mossoró e embora dias depois a familia ter reconhecido o corpo, O ITEP só liberava o cadáver após exames de DNA.

Os resultados só saíram um ano depois e a familia teve que esperar um longo perídio para poder enterrar seu ente-querido. O corpo foi liberado nesta terça feira (30) para que a familia providencie o sepultamento que ocorreu na quarta feira, 01 de maio.

Um dos suspeito de envolvimento no crime, foi preso pela equipe da Delegacia de Homicídios. Ele nega participação no assassinato, mas o delegado Rafael Arraes afirma que tem provas suficientes para incriminá-lo.

Imagem