O comerciante Lailson Lopes e o Pastor Gilson Neudo foram condenados pelo Tribunal do Júri a 14 anos de prisão por mandar matar o radialista F. Gomes, assassinado a tiros em Caicó-RN. A sentença foi divulgada às 23:20h desta terça (16).

Lailson Lopes ou Gordo da Rodoviária, como é conhecido foi defendido pelo Advogado Anesiano Ramos. Lailson poderá recorrer da decisão em liberdade. Já o pastor Gilson Neudo, que ficará preso, recebeu os trabalhos advocatícios de Serjano Marcos.

Lailson deixará o fórum Miguel Seabra Fagundes, acompanhado de seu pai, de 81 anos de idade, que assistiu todo julgamento.