Foto: © Divulgação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Na tarde de terça-feira (15), o jornalista Alessandro Lo-Bianco, afirmou no “A Tarde É Sua” (RedeTV) que Giulia Gam, 55, estaria internada em uma clínica psiquiátrica.

Nesta quarta (16), porém, a informação foi desmentida pelas assessorias da atriz e também do espetáculo “Os Sete Afluentes do Rio Ota”.

Ambas foram categóricas em dizer que a artista está ensaiando para a peça que estreia no dia 25 de outubro, no Sesc Pinheiros, em São Paulo, nos últimos tempos. A Casa de Cultura do Parque, inclusive, postou uma foto de um desses ensaios no Instagram, na qual é possível ver Gam ao lado dos colegas.

Nomes como Caco Ciocler, 48, Jonnhy Massaro, 27 e Chandelly Braz, 34, também estão no espetáculo. A trama apresenta sete personagens envolvidos em conflitos entre ocidente e oriente, sendo ambientada em sete cidades diferentes. Nascida na cidade de Perúgia, na Itália, Gam veio para São Paulo ainda bebê. Sua carreira artística começou aos 15 anos em uma montagem de “Romeu e Julieta”. Seu último papel na TV foi uma participação em um episódio de Mister Brau (Globo-2017).

A atriz foi casada por dois anos com o jornalista Pedro Bial, 61, que é pai de seu único filho, Théo, 21.