Mateus Régis, de 17 anos, foi um dos indiciados pelo latrocínio da PM de Santa Catarina Caroline Pletsch e por latrocínio tentado do marido dela, que também é PM (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil confirmou a identificação do assaltante morto em confronto com a PM na tarde desta quarta-feira (15) durante o sequestro relâmpago que também resultou na morte do filho do ex-prefeito de Lajes Benes Leocádio. Trata-se de Mateus da Silva Régis, de 17 anos, um dos cinco indiciados pelo latrocínio (roubo seguido de morte) da soldado catarinense Caroline Pletsch, de 32 anos, em 26 de março deste ano, na Zona Norte de Natal.

Assim como crime de ontem (15), o latrocínio que vitimou a PM de Santa Catarina, chocou o Rio Grande do Norte, pela forma trágica e cruel com que os bandidos agiram. Na ocasião, o esposo da PM também foi baleado pelos criminosos, mas foi socorrido e sobreviveu. Os bandidos conseguiram fugir.

Após a investigação e identificação, alguns dos bandidos foram presos. Por ser adolescente, Mateus, que também foi apreendido, deveria receber um acompanhamento, no entanto, o adolescente não se apresentou e voltou a cometer crimes.

Na tarde de ontem, Mateus e o refém, Luiz Benes Leocádio Júnior, de 16 anos, foram baleados no confronto envolvendo os próprios assaltantes e policiais militares do 4º BPM, durante uma perseguição na Av. Moema Tinoco. Benes Júnior ainda foi socorrido para a UPA do Pajuçara, mas não resistiu aos ferimentos. Um outro assaltante, que também é menor de idade, foi apreendido.