Prefeito de Jardim do Seridó Amazan Silva-(PSD).

A administração do governo Amazan Silva-(PSD), voltou atrás após repercussão negativa sobre os proventos cobrados na emissão dos papéis do IPTU, que estavam sendo entregues nas residências da população jardinense.

Segundo consta na nota enviada pela assessoria jurídica do município ao Blog Seridó no AR, que os valores foram lançados em desacordos venais dos imóveis bem como com o novo código Tributário Municipal. Ou seja, erros foram detectados na geração dos boletos do IPTU, com cobranças posteriormente abusivas.

A administração do governo Amazan Silva, reconhecendo que houve erros graves, provavelmente por incompetência dos responsáveis pela geração dos boletos, pede que a população não pague os boletos que foram entregues nas casas dos jardinenses.

Por fim, a administração informa na própria nota emitida, que novos boletos com valores corrigidos serão gerados e entregues na cidade de Jardim do Seridó.

Veja a Nota: