Réu Patrício Davi Soares Filho, "Patrício de Paizão" de 23 anos.

O Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró, condenou nesta quarta feira 18 de setembro de 2019, a 13 anos de prisão, o réu Patrício Davi Soares Filho, “Patrício de Paizão” de 23 anos. Patrício foi julgado  pelo assassinato do adolescente Alisson Lucas de Souza Rocha, na época com 15 anos. O crime aconteceu no dia 5 de junho de 2014, por volta das 18h00min, na Rua Marechal Hermes, no Bom Jardim, em Mossoró. Alisson Lucas foi alvejado com um tiro abaixo do braço e morreu no Hospital Tarcísio Maia pra onde foi socorrido pelo Samu.

De acordo com o Ministério Público Estadual, representado pelo promotor de justiça Ítalo Moreira Martins, o crime teria sido praticado por Patrício de Paizão e por um adolescente que pilotava a moto usada no crime. Diante disso Patrício Davi foi condenado por homicídio qualificado e corrupção de menor. A pena de 13 anos de prisão será cumprida inicialmente em regime fechado na Penitenciária Mário Negócio em Mossoró.

Na defesa do réu atuaram os advogados, Marlus César Rocha Xavier e Leandro Dantas de Queiroz e na acusação o promotor de justiça Ítalo Moreira Martins. Na presidência dos trabalhos o juiz Vagnos Kelly de Figueiredo, presidente do TJP