Açude saiu da condição de totalmente seco para cheio em meio a uma estiagem (Foto: Divulgação)

As fortes chuvas da noite desta sexta-feira, dia 6, chegaram ao município potiguar de Riacho da Cruz. O nível da água subiu rápido e após quatro anos de espera o açude alcançou o seu limite máximo. É importante destacar que o açude saiu da condição de totalmente seco para cheio em meio a uma estiagem que castigava o município.

O açude é alimentado por riachos, um localizado entre as serras de Martins e Portalegre (Riacho dos Picos), e outro o (dos Dormentes) que tem nascente na Cachoeira do Pinga de Portalegre. Ele está localizado entre os Bairros Acampamento I e II foi construído a partir de um projeto do DNOCS tendo sua conclusão no ano de 1957.

Açude saiu da condição de totalmente seco para cheio em meio a uma estiagem (Foto: Divulgação)   

Neste sábado, dia 7, pela manhã, devido a sangria, o açude já recebe muitos visitantes que aproveitam para agradecer a Deus e contemplar a beleza natural, como assim podemos ver nas imagens consequentemente.

Açude saiu da condição de totalmente seco para cheio em meio a uma estiagem (Foto: Divulgação)