O deputado Francisco do PT, juntamente com a vereadora de Rogéria Dantas, de Parelhas, esteve reunido, na manhã desta terça-feira (21), com o diretor geral do DER, Manoel Dantas. A pauta principal era o terminal rodoviário do município, que está fechado desde o ano passado, por falta de manutenção.

Um dos principais problemas é que não há documentos mostrando a quem pertence o prédio, construído em meados da década de 80, através de uma parceria entre prefeitura e Governo do Estado.

“É preciso resolver a situação de dominialidade daquele prédio, que até hoje existe essa dúvida. Ele foi construído pela prefeitura, com recursos do Estado e até hoje não se sabe de quem é a responsabilidade de mantê-lo. Quando fui prefeito, buscava uma solução para o problema, mas sempre esbarrava nessa situação. Nós esperamos que agora se resolva, pelo menos a questão da reforma e também da dominialidade, para resolver de quem é a responsabilidade a partir de agora. Se é do DER, ou se vai passar para o município, depois de fazer uma reforma”, afirmou o deputado Francisco.

Durante a reunião, também ficou acertado que o diretor do DER vai visitar Parelhas, em breve, para verificar a situação e buscar meios de resolver o problema, assim como visitar também as pontes e pontilhões da RN 086, que vai de Carnaúba dos Dantas a Equador, para que possa ser feito o serviço de alargamento, outro pleito do deputado Francisco do PT.

“Francisco tem sido um defensor muito grande de toda aquela região. Tem vindo toda semana aqui me cobrar e, com certeza, nós vamos buscar atender aos pleitos”, disse do diretor do DER, lembrando que esta semana já deve ser iniciada a operação tapa-buracos, na RN 086, outra cobrança constante do parlamentar, junto ao Departamento de Estradas e Rodagens do RN.

A vereadora Rogéria também ressaltou a importância do trabalho do deputado Francisco na busca por melhorias para Parelhas e cidades da região. “Francisco tem sido a nosso elo junto ao Governo Estado, sempre apresentando os nossos pleitos, para a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, destacou a vereadora.