Peemedebista Júlio Gregório.

A base de apoio ao Governo Batata na Câmara Municipal está prestes a perder seu segundo vereador aliado. Após o presidente da Câmara Municipal, Odair Alves Diniz romper com a Gestão, agora é a vez do médico e vereador Júlio Gregório começar a arrumar as malas. Ao Blog do Marcos Dantas, ele disse não ter mais condições de continuar na administração.

Coincidência ou não, sua declaração vem no mesmo dia em que sua irmã, Lúcia Gregório anunciou a saída da secretaria de Educação. Dr. Júlio disse que vem sendo tratado como adversário pelo Governo Batata, já entregou um cargo que tinha indicado, e que a crise se agravou depois que a secretária de Saúde, Sandra Brilhante “bateu o pé” e, alegando falta de segurança jurídica, se nega a pagar as AIHs, produzidas pelos médicos que atendem no Hospital do Seridó, dentre eles Dr. Júlio.

“Eu sou um médico que estou na política, quem me conhece sabe que amo a minha profissão mais do que a política, mas não posso aceitar que a gestão queira colocar em nós, médicos, a culpa pela crise que está passando a Saúde”, disse.