DIVULGAÇÃO

Um passeio em família que seria para aproveitar o interior da Bahia acabou em tragédia na manhã dessa sexta-feira (5/1). Após ser levada pela correnteza da Cachoeira do Roncador, na Chapada  Diamantina, uma mulher de 55 anos bateu a cabeça nas pedras e morreu no local. As informações são da Polícia Militar da Bahia.

Moradora de Goiânia, Deize Liz Borges era casada com um dos sócios do grupo Jorlan. Ela estava de férias com a família em Guarajuba, litoral baiano, mas decidiu conhecer a região da Chapada Diamantina. O Metrópoles tentou contato com a família e com o grupo empresarial, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Segundo a ocorrência policial registrada no município de Andaraí, logo após o incidente, o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas já encontrou a vítima sem sinais vitais.

O corpo foi levado a Goiânia, onde será enterrado no cemitério Jardim das Palmeiras. Segundo informações confirmadas por funcionários do cemitério, o velório deve começar às 23h deste sábado (6/1) na capela 05. O o sepultamento está marcado para as 8h deste domingo (7/1).