Nelma batalhava contra um câncer há alguns meses e estava afastada da profissão (Foto: Reprodução/ Facebook)

Morreu, aos 53 anos, no início da tarde desta sexta-feira (30), a jornalista paraibana Nelma Figueiredo, no Hospital Unimed, em João Pessoa (PB), onde estava internada. Ela batalhava contra um câncer de pulmão desde 2016 e, recentemente, se afastou da profissão para o tratamento da doença.

A jornalista foi repórter da TV Correio, do Sistema Correio de Comunicação, até 2015. Há 3 anos, Nelma decidiu trocar a televisão pelo rádio, assumindo, em janeiro deste ano, o comando do programa CBN Cotidiano, na Capital.

Nas redes sociais, amigos, familiares e colegas de trabalho lamentaram o falecimento da jornalista. “Hoje Jesus levou uma das mais brilhantes jornalistas desse estado. Essa notícia eu não queria dar”, escreveu Aldo Schueler, marido da vítima.

O corpo começou a ser velado a partir das 18h desta sexta (30), no cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa na Paraíba. O sepultamento ocorrerá neste sábado (31), a partir das 11h, no mesmo local.

Nelma Figueiredo tinha mais de 30 anos no jornalismo paraibano, com passagens pelas TVs Correio, O Norte, Cabo Branco e Tambaú, além de 28 anos de assessoria no DETRAN. Ela deixa dois filhos e uma neta.