O Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM),registrou o 3° de homicídio de 2018 por volta das 11:00hs desta segunda feira 08 de janeiro em Mossoró no Rio Grande do Norte.
A ação criminosa aconteceu por trás da rua Francisco Pereira de Azevedo,em um terreno baldio conhecido como beco da Techint no Conjunto Nova Vida no Dom Jaime Câmara (Malvinas).

A vítima que já tem passagem pela polícia,foi identificado como Landerico Maurício da Silva, 30 anos de idade que foi alvejado na cabeça.
Segundo informações do perito criminal, Jader Viana, a vítima apresentava duas perfurações de bala na cabeça e um afundamento de testa, possivelmente provocado por um instrumento condundente, pedra ou pau.

No braço da vítima tem uma tatuagem de palhaço,que na gíria do crime é conhecido como “matador de policiais”.
A esposa da vítima esteve no local,e relatou aos policiais militares que atenderam a ocorrência que o mesmo informou que estava saindo para pegar uma bicicleta,e disse também que o mesmo deu um abraço nela e disse “essa pode ser a última vez que está me vendo.

População observando o corpo da vítima ao chão. Foto / Passando na Hora.

No local ninguém sabe ninguém viu,populares apenas relataram que ouviram disparos.
Uma ambulância ALFA com suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192),foi acionada e constatou o óbito.

A Polícia Militar isolou o local de crime até a chegada da equipe do Instituto Técnico-Científico de Perícia ITEP,que removeu o corpo para a sede do órgão.
No dia 04 de maio de 2012,Landerico foi preso acusado de tráfico de drogas no bairro Aeroporto.

Atenção Imagens Fortes Click Aqui.