© Reprodução / Rede Bahia

Suspeito de espancar, cortar os cabelos e torturar a ex-mulher, o filho do prefeito da cidade de Salinas da Margarida, Filipe Pedreira, confessou em depoimento à polícia, que agrediu Clara Emanuele Santos Vieira, de 20 anos.

Nesta quarta-feira (16), a delegada responsável pelo caso, Patrícia Jackes, informou que Filipe se apresentou no dia 9 de maio, um dia após a agressão e do registro do caso na delegacia, noticia o G1. O homem, acompanhado por seu advogado, foi na unidade de polícia em Santo Antônio de Jesus, cidade onde ele morava com Clara.

“Ele assume as agressões e diz que foi motivado por ciúmes. Disse que Clara Emanuele havia traído ele e, por isso, ele se descontrolou. No entando, ele conta também que Clara haveria atentado contra ele com uma faca”, explicou a delegada.

Conforme determinação da justiça, Clara Emanuele está sob uma medida protetiva que estabelece que Filipe permaneça a uma distância de, no mínimo, 100 metros da vítima e do filho deles. Ele não poderá ver a criança pelo período de três meses.

O advogado de Filipe, Eldo Lago, disse que Filipe é acompanhado por um psicólogo.

Oito dias após o caso, a vítima ainda possui hematomas pelo corpo e diz que está com medo do ex-marido. Além de ter tido um derrame no olho, Clara afirma que sente os dentes moles por conta dos socos que recebeu de Filipe.