Brasília(DF), 12/07/2017 - Samantha Tiveron - Preço para tirar carteira no DF está mais caro . Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Fonte: Metrópoles.

Está mais caro e complicado tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Distrito Federal. Desde o ano passado, por exigência do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), os candidatos precisam registrar a presença nas aulas por meio de biometria. Além disso, de janeiro para cá, os alunos são obrigados a passar por um simulador eletrônico antes de pegar o volante. Resultado: a conta ficou salgada.

Metrópoles fez uma pesquisa e descobriu que é impossível tirar a CNH por menos de R$ 2,1 mil no DF. O valor aumentou R$ 750 de 2016 para 2017. Tantas exigências também tornaram a burocracia, durante o processo, ainda maior. Em menos de 60 dias, ninguém consegue ficar habilitado a dirigir, mesmo que consiga passar na prova de volante na primeira tentativa (veja tabela abaixo).

Todas as dificuldades, aliadas à crise econômica que assola o país, refletiram na procura pelo documento. Segundo o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos Automotores (Sinauto), houve uma queda de até 40% no número de alunos este ano. “A gente teve que comprar o simulador, as câmeras, instalar a biometria. Os custos, claro, precisam ser repassados para o candidato”, afirmou o presidente da entidade, Francisco Joaquim Loyola.

A redução na busca pela CNH é comprovada pelos dados oficiais do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF). No primeiro semestre do ano passado, 24.533 condutores tiraram a carteira de motorista na capital do país. O número caiu para 18.117 no mesmo período de 2017, ou 26% menos.

Leia mais notícias em blogseridonoar.com.br  siga nossas páginas no Facebook no Twitter no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube Você também pode enviar informações à Redação do Blog Seridó no Ar pelo WhatsApp (84) 9 9900-4075.

E-mail : blogseridonoarjs@gmail.com