Ele seria o suspeito de dirigir o veículo. ( Foto: Cedida / Degepol )

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) identificou Gilson Ferreira da Silva, 36 anos, como um dos suspeitos de participação no sequestro de Gerina Ribeiro da Silva, enquanto participava do velório do seu marido, em 21 de Abril de 2017. Gerina acompanhava o velório de Augusto Magalhães de Oliveira, seu marido, em uma funerária no bairro do Alecrim, quando criminosos invadiram o local e a levaram à força.

No dia 05 deste mês, a Polícia Militar realizou a prisão de Gilson Ferreira como suspeito pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa, sendo ele foragido da Justiça do Acre. Com o decorrer das investigações, a Deicor tinha suspeitas de que o carro utilizado na ação, um Fiat Pálio Branco, seria de Gilson e, nesta segunda-feira (11), uma denúncia anônima afirmou que ele seria um dos participantes da ação que culminou no sequestro de Gerina.

Com as informações do inquérito, a Deicor confirma que o tráfico de drogas interestadual tem ligação direta com a morte de Augusto Magalhães e com o sequestro de Gerina Ribeiro.

A Deicor pede ajuda da população para encontrar Rony Emanuel Costa da Silva, primeiro suspeito identificado através das imagens. As informações podem ser repassadas de forma anônima e com garantia de sigilo para o Disque-Denúncia 181 ou 3232-2862.