Polícia encontra criança desaparecida no Pernambuco. ( Foto: Polícia Militar )

A menina Nicole de Paiva Conceição, de 7 anos, que estava desaparecida, foi encontrada na manhã desta terça-feira (27)  em um sítio que pertence ao irmão do suspeito de raptá-la, que fica na Zona Rural de Salgueiro, a 8 km da cidade. Posteriormente, ela foi levada até um hospital do município de Penaforte, no Ceará, que fica bem próximo.

As informações são do delegado Ribamar Nunes, da Delegacia de Polícia de Salgueiro, em Pernambuco.

De acordo com a polícia, a menina foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito e exame sexológico e a gestão disso está sendo feita por policiais da Paraíba e de Pernambuco.

As diligências para prender Maécio Damascena, responsável por levar a menina e cujo mandado de prisão preventiva foi expedido, continuam. Ele fugiu antes da polícia chegar até o local por uma área de Caatinga, porque teria percebido que o cerco estava se fechando.

Viaturas do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil sairão de João Pessoa ainda nesta tarde com destino a Pernambuco para fazer o resgate de Nicole. No retorno à capital paraibana, que deve acontecer na madrugada desta quarta-feira (27), a criança será entregue à delegada Joana Darc, da Delegacia da Infância e Juventude, que está à frente do caso.

Relembre o caso – Nicole Paiva desapareceu no dia 9 de março. Ela tinha ido com a mãe e um suposto primo dela até a agência da Caixa Econômica Federal da Avenida Josefa Taveira, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

Na época, a mãe da criança contou que esse parente estava abrigado em sua residência e naquele dia tinha dito que iria fazer um saque. Ao chegar no local, o rapaz falou à mulher que iria leva a menina para “tomar um café”, e depois disso ambos não foram mais vistos.

Câmeras auxiliaram a identificar o suspeito – O acusado de raptar a menina é Maécio Damacena Silva, de 27 anos. Ele já cumpriu pena por roubo e furto em um presídio cearense.

Uma imagem do circuito interno de segurança de um posto de combustíveis conseguiu identificá-lo. Foi em uma caminhonete de frete, que o suspeito de raptar Nicole de Paiva, de 7 anos, levou a menina para Recife, capital pernambucana, na sexta-feira (9).

O motorista do veículo, de 80 anos, que não se identificou, revelou que o homem o procurou para uma viagem, às 9h, até o estado vizinho, para a cidade de Olinda.

No caminho, o acusado (foto) revelou que Nicole era a filha dele e também havia recebido uma ligação para encontrar uma suposta irmã próximo ao Marco Zero, no Centro do Recife. Após a mudança de rota, a viagem terminou no bairro do Pina. “Em nenhum momento ele ficou nervoso. Agiu como se fosse realmente pai da menina”, disse.

Ao descer do veículo com a criança, o homem disse iria esperar a irmã e que precisava encontrar um caixa para sacar dinheiro. O motorista disse que esperou até as 14h, mas o acusado não retornou para realizar o pagamento do valor cobrado.

“Em nenhum momento eu desconfiei. Aconteceu comigo e poderia ter acontecido com qualquer pessoa”, disse o motorista.

Após o ocorrido, o motorista prestou Boletim de Ocorrência na 9ª Delegacia, em Mangabeira, e foi ao posto de gasolina, onde encontrou o homem, para a solicitar as imagens de circuito.