Assessoria de Carlos Eduardo nega a participação de Henrique. ( Foto: José Aldenir / Agora imagens )

Informação amplamente difundida a partir do blog de notícias da jornalista Thaisa Galvão – de que o ex-ministro do Turismo e ex-deputado federal Henrique Alves (MDB) estaria coordenando a campanha política do seu primo ao governo do Estado – foi negada pela assessoria de comunicação do pré-candidato Carlos Eduardo Alves (PDT). A assessoria do pré-candidato classificou a notícia como uma “maldade”.

Outra informação negada pela assessoria de comunicação de Carlos Eduardo foi a de que coube a Henrique Alves dizer “não” à participação do PR na chapa do primo ex-prefeito. De acordo com o blog da Thaisa Galvão, o “não” ao PR de João Maia e do deputado estadual George Soares teria uma razão maior: o “sim” do PP da prefeita de Mossoró, a ex-governadora Rosalba Ciarlini, ou seja, o PP não quer estar onde o PR estiver.

A informação de que Henrique já estaria trabalhando para colocar Carlos Eduardo no Governo do Rio Grande do Norte chega quatro dias após o ex-presidente da Câmara dos Deputados ser solto pela Justiça Federal do RN. Ele havia passado 1 ano, 1 mês e 1 semana preso na Academia de Polícia Militar do RN.

A decisão judicial foi tomada três dias após o depoimento de Henrique Alves para o inquérito da Operação Manus, que apura desvio de recursos durante a construção do Estádio Arena das Dunas, em Natal.