Deputado diz que cancelou evento para priorizar novas reuniões em Nova York Foto: BBCBrasil.com

Deputado diz que cancelou evento para priorizar novas reuniões em NY; alvo de críticas nos EUA por defender palestra, professor americano se diz frustrado e afirma que recuo mostra ‘falta de coragem’.

Faltavam menos de 24 horas para o único evento público de Jair Bolsonaro em Washington, nos Estados Unidos, quando a equipe do deputado telefonou para a organização para informar que ele havia desistido da viagem à capital americana.

Confirmada há três semanas, a palestra que aconteceria nesta sexta-feira, na George Washington University (GWU), foi pivô da principal controvérsia em torno da visita do político aos EUA, descrita por aliados como um termômetro para sua candidatura à presidência em 2018.

O convite da universidade ao político gerou protestos, artigos críticos na imprensa internacional e uma carta assinada por mais de 400 professores, estudantes e pesquisadores que manifestaram repúdio a Bolsonaro, descrito como autor de “um discurso de ódio que incita a violência contra comunidades marginalizadas”.

Diretor do departamento de Brasil da GWU e organizador da palestra, o americano Mark Langevin criticou as manifestações contrárias ao convite a Bolsonaro e defendeu a palestra como um “direito ao debate democrático”.

Mas ele foi pego de surpresa com o cancelamento, no fim da tarde de quinta-feira.

“Bolsonaro mostrou que não está pronto para um debate democrático, aberto ao público, e a um público misturado, formado por simpatizantes, mas também críticos e curiosos”, afirmou o professor à BBC Brasil.

Bolsonaro discursa durante evento em Boston (Foto: Reprodução/Facebook)
Bolsonaro discursa durante evento em Boston (Foto: Reprodução/Facebook) Foto: BBCBrasil.com

“Nós estávamos extremamente comprometidos com o debate e tínhamos apoio do reitor, que também participaria”, disse. “Os manifestantes não entendiam que na democracia é preciso diálogo”.

“Agora a gente vê que este candidato não teve coragem, nem estrutura para debater”, lamentou Langevin.

À BBC Brasil, porta-vozes de Bolsonaro confirmaram que o cancelamento partiu da equipe do candidato e apontaram uma decisão de última hora para priorizar compromissos em Nova York.

“O gabinete em Brasilia cancelou e decidiu que é melhor ele estar presente em mais eventos em Nova York. É tudo o que temos a dizer”, afirmou a equipe do parlamentar, sem informar quais seriam estes eventos.

Bolsonaro também não quis responder a perguntas da reportagem sobre o cancelamento da palestra em Washington.

Veja Mais.

Leia mais notícias em blogseridonoar.com.br  siga nossas páginas no Facebook no Twitter no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube Você também pode enviar informações à Redação do Blog Seridó no Ar pelo WhatsApp (84) 9 9900-4075.

E-mail : blogseridonoarjs@gmail.com