627 mil pessoas receberão cota do PIS sem sair de casa

Depósito para esses idosos e aposentados ocorrerá dois dias antes do pagamento para os demais beneficiários

237

Cerca de 627 mil idosos e aposentados clientes da Caixa Econômica Federal vão receber a cota do Programa de Integração Social (PIS) direto na conta-corrente ou na conta-poupança, informou na última terça-feira (10) o banco.

Além de não precisarem sair de casa, esses trabalhadores também terão acesso aos valores dois dias antes da data de início do pagamento aos demais beneficiários. O primeiro lote antecipado para clientes da Caixa Econômica Federal será transferido para as contas na terça-feira (17) apenas para beneficiários com 70 anos ou mais. Para os cotistas da mesma idade que não são clientes da Caixa, o dinheiro sairá na quinta (19).

A antecipação também vai valer para funcionários públicos que têm direito às cotas do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e que são clientes do Banco do Brasil (BB).

Na primeira etapa do calendário, um total de 3,59 milhões de idosos poderão resgatar o montante de R$ 6,7 bilhões depositados em contas do PIS.

Só quem trabalhou com carteira assinada ou foi servidor entre 1971 e 4 de outubro de 1988 poderá ter o valor do PIS/Pasep, desde que o resgate não tenha sido realizado em uma das ocasiões previstas em lei, como na aposentadoria.

Aposentados

Aposentados de quaisquer idades que ainda não tenham sacado o PIS/Pasep terão o repasse antecipado em 15 de novembro, caso sejam clientes da Caixa ou do Banco do Brasil. Para os demais aposentados com direito ao saque, a liberação ocorrerá no dia 17 de novembro.

No último lote de pagamentos serão atendidos homens a partir dos 65 anos e mulheres a partir dos 62 anos. Nessa etapa, correntistas e poupadores dos dois bancos terão a antecipação em 12 de dezembro. Para os demais, o saque será no dia 14.

A Caixa informou ainda que os recursos do PIS/Pasep para cotistas idosos que já faleceram serão liberados para seus herdeiros, que poderão realizar o saque a qualquer tempo, em qualquer agência, desde que apresentem a documentação necessária.

Para os casos de beneficiário falecido, o saque deve ser realizado na agência, independentemente do valor. Deverão ser apresentados o documento de identificação pessoal válido do sacador, o comprovante de inscrição do PIS/Pasep e o documento que comprove a relação de vínculo com o titular.

Leia mais notícias em blogseridonoar.com.br  siga nossas páginas no Facebook no Twitter no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube Você também pode enviar informações à Redação do Blog Seridó no Ar pelo WhatsApp (84) 9 9900-4075.

E-mail : blogseridonoarjs@gmail.com